quarta-feira, 26 de junho de 2013

A Fénix... adeus Lídia...

Hoje apagou-se uma LUZ na Terra, enquanto se acendeu mais uma LUZ no Céu...
Tivemos o privilégio de conhecer a Lídia e o Nicolas numa exposição Ruin'Arte, e desde então nos tornámos grandes amigos...
O destino tem coisas que ninguém consegue explicar, e a maior calamidade das suas vidas proporcionou-lhes além de ensinamentos, novos horizontes e amizades.
Era um casal pleno de felicidade, impregnados em cultura e ambiente musical vivendo em harmonia diária num paraíso terreno.
Tinham um verdadeiro Lar onde acumulavam recordações de uma vida, que com todo o empenho mantiveram no seu melhor estado.
Eram o Yin e o Yang na sua acepção mais fiel,  eram o amor e o humor na sua forma mais brilhante... ali a luz era constante e radiante...
Este luminoso casal era a bondade e a nobreza encarnada em forma humana, cuja beleza emanava radiosamente e graciosamente com a naturalidade de uma manhã de Primavera.
Tinham a perfeição do seu lado, além de um pesado Karma que lentamente os consumiu, e conduziu a Lídia ao etéreo plano para onde todos nós iremos um dia passar...
O fogo que devastou a vossa casa, foi o mesmo que devorou o teu corpo numa sofreguidão e sofrimento abrupto e bruto... mas a vossa fé ficou de pé.
Como Mozart compôs um dia  e nós cantámos com alegria numa breve viagem que para sempre lembrarei , tal como lembrarei a inteligência e serenidade com que conduziste o teu destino...
Das klinget so herrlich, das klinget so schön! Tralla lala la Trallalala!
Nie hab ich so etwas gehört und geseh'n! Trallalalala Tralla lalala.
A tua hora estava marcada e cumpriste com rigor todos os teus propósitos, mas partiste cedo, pois ainda agora tinhas chegado sem ter demorado, mas foi o suficiente para ser marcado.
Tal como a Fénix que desejavas para o teu lar, consumido pelas chamas que lavraram a tua alma...
 
...hás-de um dia renascer com a força e fulgor redobrados para nos ensinares a viver melhor...
Espero ter então o benefício de te reencontrar e partilhar novamente a tua amizade...
Que a LUZ ilumine o teu caminho, com o cuidado e carinho com que cuidaste dos teus, que ascendas aos céus onde mereces estar em paz...
Adeus Lídia, a nossa amizade será eterna...
Nicolas... um grande abraço neste momento difícil.

3 comentários:

  1. Sem ti, Lídia, a minha vida seria muito mais pobre...

    À Lídia, minha eterna e doce amiga,

    Nos meus braços
    Eu amparo o teu abraço
    E, sinto-te um pouco minha.
    E penso: é tão digna.

    És tão linda
    E tão grande!

    Que no pequeno espaço que ocupa o meu coração
    O teu lugar é IMENSO,
    Cheio de Paz e Gratidão.

    Que da tua casa, hoje saiu apertado
    Mas cheio de emoção.

    Amar é o melhor que temos
    Pois um dia, será tudo o que receberemos.

    Vou guardar esta memória e a nossa história,
    que tanta honra me dá.

    Obrigada,
    por teres entrado na minha vida!

    És Linda! Tu sabes!
    E... há sempre uma saída.
    No Amor, tu já a encontraste,

    Minha amiga querida.

    Um abraço eterno e apertado, num beijinho carinhoso com aroma de floresta, ao amanhecer.
    5 de Junho de 2013

    Encontraste a paz, minha doce e eterna amiga. Até sempre! Até breve!
    MSK

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...