quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Quinta das Conchas ou Alto das Conchas ou das Conchinhas - Chelas


Foi uma desagradável surpresa quando encontrei mais esta quinta, já tinha fotografado a sua vizinha Quintada da Salgada noutra ocasião e não tinha visto esta ruína.


Para melhorar as condições de luz da reportagem anterior voltei ao local e ao afastar-me alguns metros, encontrei esta relíquia do Séc. XVIII completamente devastada, tal como as suas outras vizinhas Quinta da Salgada e do Perdigão.



A quinta das conchas deve certamente o seu nome aos vestígios geológicos que abundavam nos terrenos argilosos onde foi edificada.


É um edifício com traça de barroco jesuítico, portanto muito pouco ornamentado, com dois pisos e janelas de sacada, um portão principal que dá uma certa imponência à propriedade deixando adivinhar o seu interior, tem uma escada para o andar superior que é resguardado por um alpendre que foi posteriormente acrescentado. Há também uma ermida que data de 1763 ao qual não consegui ter acesso...mas hei-de tentar...


A quinta foi mais tarde agregada à fábrica de pólvora que esteve instalada no Convento de Chelas até à década de 80, as construções que restam nos seus antigos terrenos, são vestígios de arqueologia industrial da antiga Fábrica Nacional de Munições e Armas Ligeiras. 
                          
Os antigos terrenos que lhe pertenciam continuam a ser cultivados com hortas urbanas, que é uma paisagem bem característica e tradicional deste velho bairro de Lisboa.

Ah!!! Obrigado ao http://biclaranja.blogs.sapo.pt, que foi de uma gentileza invulgar, além de ter contribuído generosamente para a investigação desta quinta...

2 comentários:

  1. De nada. Obrigado eu pela menção.
    Cumpts.

    ResponderExcluir
  2. Olá Boa tarde, gostaria de lhe dar os parabens pelo trabalho aqui exposto. No entanto gostaria de fazer uma observação visto que vivi toda a minha vida de solteira na Quinta das Conchinhas que pertencia à Fábrica da Pólvora em Chelas. A Quinta das Conchinhas não é a mesma quinta que a Quinta das Conchas. Infelizmente já não existem muitos vestigios das casas e dos armazéns que existiam na Quinta das Conchinhas, local onde era guardada a Pólvora, actualmente são as hortas que se distinguem mais. Pelo facto de se encontrarem muito próximas, facilmente são confundidas e fundidas numa só. Mas havia a Quinta das Conchinhas e a Quinta das Conchas.As fotos que mostram são realmente da Quinta das Conchas. Obrigado Maria

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...