segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Forte de Santa Apolónia, Baluarte de Santa Apolónia ou Bateria do Manique


Este forte situado bem perto do centro de Lisboa, foi mais uma ruína que me surpreendeu... como é que nunca tinha ouvido sequer falar de tal monumento sendo lisboeta há cerca de 43 anos??É mais uma das páginas arrancadas à história de Lisboa, é mais um monumento esquecido pelo município, é mais uma vergonha que teremos de explicar a quem nos visita...

O seu enquadramento é ainda mais surpreendente, é ladeado por dois candidatos ao prémio Valmau e os seu terrenos circundantes foram sabiamente aproveitados pelos seus vizinhos para o cultivo de hortaliças...nem sei porque é que me surpreendi...

A sua privilegiada posição confere-lhe uma vista magnífica sobre o Tejo, poderia ser aproveitado para um espaço verde de lazer e museológico, tem todas as condições necessárias para ser bem sucedido...soube que há a intenção de recuperar aquele espaço, mas quando???
 
 Esperamos que seja para breve, pois tenho a certeza que seria o tapar de uma grave e antiga lacuna daquele velho bairro residencial...aqui fica a sua história...

Construído no séc. XVII, integrava a linha de defesa de Lisboa, situando-se na parte oriental da cidade, nomeadamente, dentro da quinta do Manique.
 
Este antigo forte apresenta os flancos bem marcados e inseridos na gola; a muralha, que acompanha a inclinação do terreno, é de alvenaria com cunhais de cantaria de calcário e bases de duas guaritas, possuindo, também, dois portões seiscentistas mandados construir pelo Visconde de Manique, sendo que o esquerdo dá acesso ao mirante; no coroamento dos muros localizam-se guardas exteriores de alvenaria, canhoneiras e alegretes intervalados com assentos de pedra.


Fonte : IPPAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...