sábado, 7 de novembro de 2009

Ermida de São Vicente - Viana do Alentejo



Um dia visitei Viana do Alentejo, terra linda no coração dessa magnífica província, gentes pitorescas, boa gastronomia, monumentos, paisagens idílicas e ruínas...

Perguntaram-me se queria fotografar uma igreja onde vive uma vara de porcos, era a maior conspurcação e profanação de um monumento/templo, mais uma "pérola" para a colecção... a vara já lá não estava embora houvesse vestígios por todo o lado, devia ter ido passear ao matadouro, suponho...

Vários pormenores me chamaram a atenção nesta ermida (além do estado de degradação), geralmente os contrafortes são característicos do período românico, que é inexistente abaixo da linha do Tejo, ao mesmo tempo aquilo que à partida me pareceu uma rosácea emparedada, parece-me mais um arco árabe ou pelo menos com essa influência.
"A cereja no topo do bolo" foi o marco geodésico que dá ideia de ser uma torre sineira... enfim...




Construção roqueira fundada em data desconhecida do século XVII, no ponto dominante da serra de Viana, com uma altitude de 300 metros, e desde então designada de Alto de São Vicente, sofreu profanamento recente, embora em 1851, no coroamento da fachada, os Serviços Geodésicos e cadastrais, houvessem instalado um marco de triangulação do país, obra que foi valorizada nos anos de 1944-62.
O edifício religioso perdeu-se, ultimamente, com a derrocada de parte das coberturas da nave da totalidade da capela-mor. Possuiu pinturas a fresco, que se perderam no tempo. Hoje encontra-se em ruínas, subsistindo a sua torre, de onde se tem uma vista espectacular sobre a planície alentejana.

fonte : obrigado Germano... ;-)~

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...