sábado, 7 de novembro de 2009

Monte das Relvas

Um dia andava eu em busca de ruínas em Santiago do Cacém, quando passei pelo departamento de recuperação do património, entrei e pedi ajuda para a minha demanda. Fui cordialmente recebido e indicaram-me esta rara propriedade que tinha a particularidade de o moinho ser construído com peças de cantaria dignas de um solar...ao encontrar o local indicado enriqueci bastante esta colecção. Infelizmente o interior do moinho por ser bastante exíguo, não me permitiu explorar enquadramentos que lhe fizessem justiça.



Propriedade do Capitão-mor de Santiago do Cacém J.J. Salema de Andrade Guerreiro de Aboim, deve ter sido construído, ou ampliado, no princípio do século XIX. Na verdade, o portal que franqueia a entrada da construção, com as suas urnas e o seu frontão embelezado com volutas e aletas, assemelha-se em tudo à gramática decorativa da empena lateral esquerda do seu palácio de Santiago do Cacém, também ele terminado no principio da mesma centúria.





Junto do mesmo encontra-se um moinho de vento actualmente abandonado, realizado com recurso a cantarias muito bem lavradas pouco habituais neste tipo de construção. No portal de entrada encontra-se uma cartela com a data de 1833, como que a assinalar o fim da guerra entre D. Pedro e D. Miguel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...